terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Falando com ´#Deus em oração

1. O QUE É ORAR

Orar é abrir o coração para Deus, conversando com Ele diariamente em adoração a fim de conhecê-lo.  Em Mateus 6.5-13 Jesus ensinou seus discípulos a orar. Já que oração é um diálogo, não há necessidade de dizer frases decoradas. Podemos diretamente nos dirigir a Deus e agradecê-lo pela nossa salvação, saúde, emprego, amigos, livramentos, etc. Podemos falar com Ele sobre nossas necessidades, problemas e dificuldades. Ele nos ouve e nos responde quando oramos em seu nome e de acordo com sua vontade. Leia Jo 16.23; 1 Jo 5.14 A oração faz parte do plano de Deus para desenvolver a nossa comunhão.

 2. O PRIVILÉGIO DE ORAR

Antes de receber a Cristo como Salvador nossos pecados nos separavam dele. Não tínhamos comunhão com Deus, pois Deus é eternamente separado do pecado, e não ouve a pecadores, os quais não tem o obedecem e não tem uma aliança com Ele. Observe as passagens abaixo:
“O Senhor está longe dos ímpios, mas a oração dos justos escutará.” (Provérbios 15.29)
“Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.” (Isaias 59.2)
“Se eu atender à iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá.” (Isaias 66.18)
“Por isso, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.” (Isaias 1.15)
 Quando nos arrependemos e nos convertemos ao Senhor, ele nos ouve. Como salvos, temos livre acesso a Deus por causa do sacrifício de Cristo. Ele não somente perdoou nossos pecados, mas também nos fez novas criaturas para não mais vivermos distante dele. Precisamos zelar por este relacionamento. É o sangue de Jesus que nos garante a vitória. Mesmo se falharmos ele está pronto a nos perdoar. (1 Jo 1.9; Tg 5:14-16) Precisamos apenas ter o propósito em servi-lo. (Js 24.15)

3. SOMOS MAIS FORTES QUANDO PERMANECEMOS EM ORAÇÃO

Quanto mais tempo passamos com Deus em oração mais aprendemos a ouvir a Sua voz. É nesta comunhão que encontraremos força para vencer as tentações e os desafios da vida. É também o meio para termos a direção certa para nossa vida. Às vezes nos sentiremos, desanimados, tentados e desafiados. Porém Deus está conosco em momento! Confiemos nele. Ele é a nossa rocha firme. Veja o que está escrito em Salmos 18.1-6:
“Eu te amarei, ó Senhor, fortaleza minha. O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio. Invocarei o nome do Senhor, que é digno de louvor, e ficarei livre dos meus inimigos. Tristezas de morte me cercaram, e torrentes de impiedade me assombraram. Tristezas do inferno me cingiram, laços de morte me surpreenderam. Na angústia invoquei ao Senhor, e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz, aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face.”
 O Salmo 105.4 não é uma sugestão é um mandamento. Então precisamos orar sempre. Deixar de orar é inclusive um pecado porque estamos desprezando um encontro com Deus. Veja 1 Samuel 12.23.

 4.  EM QUE POSIÇÃO ORAR

Qualquer posição decente é aceita por Deus. O que importa é o nosso propósito e atitude em buscar a sua face. É conveniente uma posição que demonstre submissão e reverência. Leia estas passagens: 2 Cr 20.5,6; At 20.36; Sl 95.6; Lc 22.41,42; Ef 3.14-19; Gn 17.3; Lc 5.12 2Cr 20.18; Mt 14.23

VEJA TRES RAZÕES PARA MANTER-SE EM ORAÇÃO

1. Para cultivar o nosso relacionamento com Deus - Lembre-se que o principal objetivo da oração é manter nossa comunhão com Ele submetendo tudo à Sua vontade. A oração foi um dos elementos de nossa conversão. Ela serviu como uma expressão verbal de nossa fé pela qual Cristo veio habitar em nossa vida. Siga valorizando a presença de Deus através da oração. O cristão que ora é forte e identifica tudo que é prejudicial à sua vida espiritual, bem como se torna apto para priorizar o que serve para sua edificação. A oração é o segredo para quem quer viver com propósito e poder. (Dn 6.10; Sl 31.24)
2. Para não cair em tentação – Tentação é vontade de fazer algo errado, é vontade de pecar. Precisamos orar para vencer estes desejos. Principalmente porque estamos vivendo os desafios dos últimos dias, onde o pecado se multiplica assustadoramente. (Tiago 5.8) Orar é um suave mandamento de Jesus. (Leia Mateus 26.41)
 3. Para a salvação de outras pessoas – Podemos orar para que Jesus salve nossos familiares, vizinhos, amigos, colegas da escola e do trabalho, etc. Esse tipo de oração se chama intercessão. (Cl 2.1,2) Além de nossos familiares e amigos, devemos interceder pelas autoridades de nosso país, (1Tm 2.1,2) e inclusive por aqueles que nos perseguem. (Mt 5.44; At 12.5)

 6. QUANDO ORAR?

Ao levantar-se – Inicie o dia conversando com o Senhor agradecendo-lhe pela noite que passou. (Salmos 5.3) Peça sabedoria para, durante o dia, agir corretamente de acordo com a Palavra de Deus. Peça também ousadia para compartilhar o evangelho de Cristo. (Tiago 1.5; 1 Pe 2.12)
Ao deitar-se - Agradeça pelo dia, pelos livramentos, pela proteção contra os assaltos, batidas de veículos, atropelamentos, saúde, em fim por todos os benefícios. (Sl 103.2) Em Efésios 5.20 lemos assim: “Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.” Não há hora específica para orar, podemos inclusive buscar ao Senhor em qualquer momento inclusive de madrugada. (Provérbios 8.17)
 Sempre – (1 Ts 5.17) Como crentes, devemos pensar nas coisas que são de cima! (Cl 3.2; Sl 19.14) Ao deitar-se, ao levantar-se, ao viajar, quando chegar de viagem, fazer um empreendimento, etc. Deus nos ouve 24 horas por dia! Oremos sempre.

 7. ONDE ORAR

Em casa – Reúna a família para um culto. Separe um momento especial para adorara Deus. Escolha o melhor horário. Sua a família será muito abençoada e você prosperará em tudo! (Js 24.15)
 No prédio onde os crentes se reúnem para orar – Há vários tipos de reuniões: Consagração, Vigília, Reuniões de Oração, etc. Nestas reuniões acontecem o batismo no Espírito Santo, cura divina, libertação e solução de muitos problemas. (At 3.1)
Em particular – É estar sozinho com Deus em oração, adorando-o por tudo que Ele é, pelo que está fazendo e vai fazer. Podemos falar livremente com o Senhor sobre nossos sentimentos e anseios e temos promessas em sua Palavra de que Ele nos ouve. (1 Pe 5.7; Sl 51.17; 10.17; 34.17,18; Dn 10.12)
Para vencer o pecado, deixe a velha natureza passar fome e alimente a nova natureza.”
Fonte: blog do semeador 
Postar um comentário

vídeos gospel de Pres. Médici-MA

Loading...