sábado, 10 de novembro de 2018

Assembleia de Em Pres. Médici realiza nos dias 16 a 19 de novembro o Congresso de Jovens

A Assembleia de Deus em Presidente Médici se mobiliza para fazer um evento para impactar essa cidade, evento esse que tem como tema; "RENUNCIAR A SI MESMO, EIS A NOSSA MAIOR DIFICULDADE." Mateus 16:24. Será um grande CONGRESSO DE JOVENS promovido pela UMADEPM (união de mocidade da assembleia de Deus em Presidente Médici). 
Esse grande evento acontecerá nos dias  16, 17, 18 e 19 de Novembro do corrente ano.  Sua presença será muito bem vinda, e toda população de Presidente Médici está convidada a participar conosco  em especial os jovens para juntos adoramos o Senhor Jesus Reis dos Reis e Senhor dos Senhores. 

Preletores:
Pr. Presidente Isaias  Vieira - Presidente Médici - MA.
Pr. Fabrício Alencar - Vitorino Freire-MA
Miss. Valdir - São Luís - MA.

No Louvor:
Cantor: Armando Filho - Recife - PE.
Marco Aurélio - São Luís - MA.

Abertura: Sexta-feira às 19:00h no Templo Central
Sábado: pela Manhã 8:00hs no Templo Central  e a noite grande culto as 19:00h na Quadra Poliesportiva, na Rua José Sarney.
Domingo:  Manhã pentecostal, Tarde, Carreata e a noite grande culto na Paça dos 4 bocas.
Segunda-feira: Grande culto de encerramento a partir das 19:00h na Praça dos 4 Bocas. 

Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer; (Eclesiastes 12:1).


sábado, 13 de outubro de 2018

Participe do I Congresso de Senhoras da Assembleia de Deus em Pres. Médici nos dias 19 a 22 de outubro do corrente ano


A Assembleia de Deus e o departamento de Senhoras promovem nos dias 19 a 22 de outubro no templo central o I Congresso de Senhoras em comemoração ao 44º Aniversário do Circulo de Oração Monte Carmelo. 
Tema: Desperta o tu que dormes, (Efésios 5.14)
Preletores:
Pr. Presidente Isaias  Vieira - Presidente Médici - MA.
Mis. Maria de Jesus - Presidente Médici - MA.
Pr. Max Lima - Belém - PA.
Claúdia Queiroz - Açailândia - MA.
No Louvor:
Cantora: Ana Paula Lima - Belém - PA.
Banda de Percursão Peniel - Presidente Médici - MA.

Cantora do Fat Family, Deise Cipriano luta contra o câncer

Câncer atingiu o estômago da cantora, mas a família segue com fé que Deise pode ser curada


A integrante do grupo Fat Family, Deise Cipriano precisou voltar para a UTI do Instituto do Câncer de São Paulo (ICESP), para continuar o seu tratamento contra a doença.
Deise está internada no hospital desde o mês passado e segundo a produtora do grupo, Suh Souza, o retorno da cantora à Unidade de Terapia Intensiva se fez necessária, devido ao câncer ter atingido seu fígado.
Após a primeira sessão de quimioterapia, a imunidade de Deise baixou e ela foi medicada para repor as necessidades do seu corpo. Agora está sendo observada com mais atenção. Apesar do momento difícil, a família de Deise segue confiante na cura da cantora. As

Pastor é impedido pelo governo de Cuba de fazer cruzada evangelística

O pastor e evangelista argentino Dante Gebel foi impedido pelo governo socialista de Cuba de realizar uma cruzada evangelística no país. O encontro seria realizado em Havana, entre 24 e 25 de outubro.
Gebel contou em sua página no Facebook, onde tem mais de 3 milhões de seguidores, que já possuía os vistos e autorizações aprovadas para realizar a atividade. No entanto, dias depois seu visto foi negado pelo chefe de Assuntos Religiosos do Ministério do Interior de Cuba.
“Ele revogou meu visto alegando que ‘o Sr. Dante Gebel lida com a mídia, convoca multidões e pode influenciar a opinião pública’”, o pastor relatou.
“Nós perguntamos várias vezes porque eles deixam muitos outros entrarem, e eles

Ditador da Coreia do Norte é bisneto de missionários, relatam historiadores

Em 15 de abril de 1912, mais ou menos na época em que o RMS Titanic afundou no fundo do oceano, um feliz acontecimento ocorreu na família de Kim Hyong-jik, uma humilde professora e missionária que trabalhava em regime de meio expediente. Em sua casa, não muito longe de Pyongyang, nasceu um filho. Seu nome de nascimento era Kim Seong-ju, mas ele alcançou a atenção mundial sob o nome de guerra que adotou na década de 1930 e depois por ser o fundador da Coreia do Norte. Seu nome se destacou como: Kim Il-sung.
Mesmo tendo acontecido um grande avivamento na Coreia do Norte em 1907, anos antes do domínio do império japonês sobre a Coreia, Kim Il-sung — avô do atual ditador Kim Jong-un — não conseguiu entender a complexidade do significado daquele evento que fazia parte da história de seu povo e veio a se tornar posteriormente um totalitarista.
Ainda em 1910, a tomada do poder pelo império japonês significou uma grande provação, não somente para os cristãos, mas para todos os coreanos. Sob o jugo do império, os coreanos sofreram um genocídio cultural, forçados a adotarem nomes estrangeiros e aprenderem a língua do ocupante. Homens foram convocados para o Exército Imperial e mulheres recrutadas como escravas sexuais.
O Imperador do Japão exigia ser idolatrado como um deus e em paralelo a toda esta opressão, o comunismo — outra ideologia importada que então competia pelas mentes

Data da ameaça para execução de Leah Sharibu se aproxima

Com a chegada do mês de outubro, a data em que o Boko Haram ameaçou executar Leah Sharibu, na Nigéria, se aproxima. Por conta disso, no início do mês, o presidente Buhari entrou em contato com a família da garota cristã e publicou em uma rede social: “Hoje eu falei com Rebecca Sharibu para reiterar nossa determinação de trazer sua filha de volta para casa em segurança. Os pensamentos e orações de todos os nigerianos estão com a família Sharibu e as famílias de todas as outras que ainda continuam em cativeiro. Nós faremos todo o possível para trazê-las de volta”.
De acordo com uma declaração do palácio do governo, o presidente nigeriano consolou a família Sharibu e garantiu aos familiares que o governo federal fará o máximo pela segurança de sua filha. A declaração citou uma fala do presidente a mãe de Leah.
O porta-voz da presidência, Garba Shehu, disse a rede de notícias CNN que o governo está trabalhando com organizações internacionais que ajudaram em negociações

O que tem Jerusalém a ver com Brasília?


Foi Tertuliano (160-220 d.C), um dos pais da igreja, quem proferiu no segundo século a famosa frase: O que tem a ver Jerusalém com Atenas? Em sua elocução Tertuliano estava questionando o relacionamento entre a Teologia, representada por Jerusalém, e a Filosofia, identificada em Atenas, o berço do pensamento filosófico grego. Na opinião do apologista, era impossível conciliar essas duas esferas: fé e razão, Igreja e Academia.

Em nossos dias, há quem faça outro tipo de pergunta: O que tem Jerusalém a ver com Brasília? O que tem a ver a religião com a política? Ou, de maneira mais direta: Qual a relação entre fé cristã e política?

Para muitos, a resposta é: nada. Entendem estes que se tratam de âmbitos completamente distintos e inconciliáveis. Jerusalém representa o Reino de Deus; Brasília, a cidade dos homens. Jerusalém é a capital da paz celestial; Brasília, a capital da corrupção humana. Em Jerusalém, o poder é único e exclusivo de Deus; em Brasília, o poder pertence aos poderosos deste mundo.
Brasília, inegavelmente, pode representar isso e muito mais. Um lugar em que os efeitos nefastos do pecado corroem as estruturas de poder e trazem prejuízos incalculáveis para a sociedade. Um ambiente dominado por interesses escusos e ardis inconfessáveis.

Contudo, criar uma falsa dicotomia entre Jerusalém e Brasília, fé e política, não é uma atitude sábia e muito menos bíblica.

Primeiro, porque a autoridade dos governantes de Brasília, e de qualquer outra esfera de poder, procede

O que é o Reino de Deus?

O que é o Reino de Deus? Reconheço, querido leitor, que não é nada fácil responder a esta pergunta; embora simples, traz um conteúdo bastante complexo e desejavelmente profundo. Mas, a partir de minha experiência, posso garantir que é mais fácil entrar nos domínios divinos do que os definir ou explicá-los.
Aos quinze anos, tive o meu primeiro encontro com o Senhor Jesus; aceitei-o como o meu salvador pessoal. E, de imediato, fui introduzido em seu Reino.

Naquele momento, porém, eu não tinha uma noção clara quanto ao governo real de meu Senhor. Que nome dar-lhe? Reino de Deus? Ou Reino dos Céus.
Confesso que eu não estava muito preocupado com definições ou nomenclaturas. O mais importante, para mim, era permanecer no reino do Filho do seu amor (Cl 1.13). Mas, com o tempo, as definições e as nomenclaturas começaram a preocupar-me. Quem faz teologia não pode fugir a essa tarefa, que Salomão certamente taxaria de enfadonha.
Hoje, passadas quatro décadas, acredito já estar em condições de ensaiar alguma definição de Reino de

domingo, 2 de setembro de 2018

Traficante deixa de vender drogas para distribuir Bíblias, após se entregar a Jesus



Em toda a Ásia Central, as drogas ilegais são comuns nos antigos países soviéticos. Um relatório de 2017 sobre o problema das drogas na Ásia Central afirma que, desde o colapso da União Soviética, houve um tremendo aumento no tráfico e no uso de drogas em toda a região. O número de dependentes químicos está crescendo na região, especialmente entre os jovens.
Porém, um ex-traficante de drogas tem compartilhado a transformação que Deus promoveu em sua vida, levando-o a se tornar pastor e, consequemente um "traficante de bíblias".
Clique (AQUI), e visite a loja MARKA DA PAZ! Compre Roupas e acessórios e receba em sua casa em qualquer parte do país.
Viktor* explicou em um depoimento à Portas Abertas (EUA) que o narcotráfico foi sua vida, até mesmo mesmo na prisão. Mas certo dia, um colega da prisão recebeu um pacote pelo correio que mudou a trajetória da vida de Viktor e, por consequência, de milhares de outras pessoas que viriam a ser evangelizadas por ele.
Enquanto muitos consideram seus 20 anos uma fase "aventureira" da vida, a história de Viktor leva esse tema a novos extremos. Como muitos dessa idade, ele se mudou de casa e começou a explorar um novo ofício.
Infelizmente, no entanto, a escolha de Viktor foi contrabandear drogas ilegais na Ásia Central.
No início, os primeiros anos de vida de Viktor estavam cheios de adrenalina e aventura. Ele liderou uma operação que transportava drogas do Tadjiquistão para o estado onde ele vive na Ásia Central. Ele parecia ter habilidades naturais para se conectar clandestinamente nas