sexta-feira, 19 de abril de 2019

CGADB lança Escola Bíblica Online em parceria com a Faecad para aperfeiçoamento dos pastores filiados

Neste ano, o curso livre à distância será o de Psicologia Pastoral ministrado pelo pastor e psicólogo Jamiel Lopes.

A CGADB anunciou no dia 12 de abril, na 44ª Assembleia Geral Ordinária realizada em Belém do Pará, a Escola Bíblica Online em parceria com a faculdade FAECAD (Faculdade Evangélica de Tecnologia, Ciências e Biotecologiada CGADB), com apoio da CPAD, para fornecer cursos livres à distância de aperfeiçoamento ministerial dos pastores filiados.

A Escola Bíblica Online oferecerá um curso por ano dividido em dois níveis – Básico e Avançado – sobre um mesmo tema, pela plataforma EAD da FAECAD. O Básico será

Médico detalha dores enfrentadas por Jesus na crucificação na perspectiva clínica

Do ponto de vista médico, o Dr. Joseph Bergeron detalha o sofrimento vivido pelo Filho de Deus em seu sacrifício.


Depois de uma década de estudos sobre a crucificação de Jesus Cristo, um médico norte-americano concluiu que, do ponto de vista clínico, o sacrifício do Filho de Deus ganha um significado ainda maior.
“Foi a pior forma de morte imaginável”, disse Joseph Bergeron, autor de A Crucificação de Jesus (The Crucifixion of Jesus, em inglês). “Os romanos já usavam o método três séculos antes de Jesus aparecer, então foi bem aperfeiçoado”.
Bergeron refutou a ideia de que Jesus teria sido sufocado enquanto estava pregado na cruz, como é dito por muitos líderes religiosos. “Ele conversou com o apóstolo João e com os ladrões que também foram crucificados, por exemplo. Quando você está lutando pelo seu último suspiro, você não tem interesse em continuar uma conversa”, disse à CBN News.
Mesmo sendo uma morte torturante, os romanos se asseguravam de que os crucificados não falecessem rápido. “Há referências literárias que mostram que muitos ficavam na cruz por uma semana. Quando você está sufocando, você não dura tanto tempo”, esclareceu o médico. “A crucificação foi uma morte lenta e torturante”.
Suor de sangue
A verdadeira causa da morte aparece nas palavras ditas por Cristo na Última Ceia, observa Bergeron. “Jesus nos disse como Ele iria morrer: ‘Este é o meu sangue, que é derramado por muitos para remissão de pecados (Mateus 26:28)’. Isso não é sufocamento. Isso é sangrar até a morte. Isso é choque. Essas são as complicações do choque”.
O termo médico usado por Bergeron é “choque hemorrágico traumático”. Essa poderia ser uma explicação para a ocasião no jardim do Getsêmani, quando Jesus suou sangue diante da angústia que estava por vir.
“Para ser sincero, eu nunca entendi isso ou pensei que tivesse acontecido”, admitiu Bergeron. “Mas estudando a crucificação extensivamente nos últimos 10 anos, eu entendi que o suor de sangue realmente acontece. Houve poucos casos. Eles sempre acontecem antes de ferimentos graves ou ameaça de lesão, geralmente antes da execução. O suor de Jesus em gotas de sangue significa que ele entendeu completamente o que estava prestes a acontecer”.
Surras violentas
Depois de ser detido por guardas e julgado pelo Sinédrio, Jesus foi surrado violentamente por soldados romanos. Na época, o governo de Roma não tinha autoridade para determinar a execução conforme a tradição judaica.
“Entenda que os romanos não gostavam dos judeus para começar. Eles eram antissemitas. Para essa pessoa cuja acusação foi basicamente uma insurreição política, nomear-se rei dos judeus teria aumentado sua raiva e piorado a surra”, comentou Bergeron. “Sua surra excedeu o que era típico para as vítimas da crucificação. Ele teve uma grande perda de sangue e ferimentos nos tecidos”.
O médico explica que Jesus teve dificuldade para carregar a cruz porque, durante o trajeto até o Calvário, estava começando a sentir os sinais do choque. “Todo mundo costumava carregar, mas Ele não conseguiu. Ele estava ficando fraco e entrando em choque naquele momento”, disse ele.
Dores da crucificação
A crucificação é classificada por Bergeron como “obscena”, devido à intensidade com que foi aplicada em Jesus. Ele explica que o choque em seu corpo foi tão traumático que sua morte foi mais rápida do que a média dos crucificados.
“Esta é uma complicação muito séria, difícil de controlar, mesmo em centros de trauma modernos”, conta o médico. “Na época de Jesus, não haveria tratamento e sua morte seria rápida. Isso explica por que Jesus morreu tão rapidamente; em seis horas, em vez de dias”.
O Filho de Deus morreu rapidamente, mas da forma mais terrível. Isso deixa Bergeron maravilhado com o nível de sacrifício.
“Saber que Ele se tornou um ser humano e veio aqui para retificar nosso relacionamento como humanos com Deus, restaurar a comunhão com Deus, é uma coisa incrível”, destacou.
O médico reconhece que é difícil lidar com todos os detalhes torturantes da morte de Cristo, mas acredita que informações como estas aumentam a devoção a um Deus disposto a descer à Terra e enfrentar tal dor e agonia, para que os humanos pudessem ser limpos de seus pecados ter acesso à eternidade.
Fonte: Cpad News

domingo, 10 de março de 2019

Comemoração do dia Internacional da Mulher na Assembleia de Deus em Pres. Médici

A assembleia de Deus em Presidente Médici - Ma, realizou neste último sábado 09 de março, um grande culto de Louvor e adoração a Deus e homenageou as mulheres pelo dia Internacional da Mulher, com o  tema: A MULHER DE DEUS NO MUNDO DE ESTER.
O departamento de Senhora, juntamente com o pastor Presidente Izaias, Vieira e sua esposa a missionária Maria de Jesus, estiveram a frente deste grande trabalho abençoado. 
O preletor foi o pastor Nascimento da Cidade de Santa Luzia do Paruá, no louvor cantoras da terra, os vocais Canto Angelical e o vocal do Paruá e  a banda de Precursão Peniel. E Uma apresentação de Um Jogral.
Durante todo o trabalho foi feito sorteios de presentes.


Ivete e José Reinaldo




segunda-feira, 4 de março de 2019

Escola de samba desrespeita a fé cristã e sugere que Cristo foi derrotado pelo Diabo

A Escola de samba da torcida corintiana “Gaviões da Fiel”, desfilou neste domingo (03/03/19) pouco antes das 6 horas da manhã, no Sambódromo do Anhembi – São Paulo, com reedição do samba enredo "A Saliva do Santo e o Veneno da Serpente". Em 1994, a escola foi campeã com este samba enredo e desde então, a canção do "cigarrinho" vem sendo cantada por torcedores durante partidas do Corinthians.

Apesar dos organizadores afirmarem que o tema era sobre o tabaco, alguns dos principais carros alegóricos exibiam claras representações anticristãs, sincretismo religioso e apologia ao poder das trevas. Dentre as alegorias, o primeiro carro ostentava um demônio, uma serpente e um gavião. O terceiro carro exibia uma escultura gigante de Oxalá, com pretos velhos e Exus e um enorme São Jorge, padroeiro do clube e da escola de samba.

Nesta mesma linha, a escola fez várias apologias a entidades contrárias a fé cristã. Por exemplo, o segundo casal Mestre-Sala e Porta-Bandeira representavam os “espíritos” Zé Pelintra e Pomba-Gira comumente “incorporados” em terreiros de umbanda. Além disso, os Gaviões da Fiel formaram alas encenando marinheiros portando escudos grafados com a expressão “saravá” e crianças representando os exus e pomba-gira.

No desfile a escola também exibiu uma gigantesca escultura de “Santo Antão” que segundo a lenda era um árabe cristão. Antão teria recebido a visita de uma serpente, feito amizade com ela e a alimentado. Contudo, a serpente fiel a sua natureza maléfica acabou por picar seu anfitrião. Indignado e sentindo-se enganado e traído Antão chupou o veneno e o cuspiu na areia, de onde teria nascido o primeiro pé de tabaco.

O ponto polêmico do desfile foi à representação da ‘batalha do bem contra o mal’ onde um dos passistas encenando Cristo foi confrontado, humilhado, pisado e vencido por Satanás. Embora a cena seja nítida, durante o desfile comentaristas da rede Globo, amenizavam a afronta ao cristianismo e afirmavam que na verdade, o ator não interpretava Cristo, mas Santo Antão em referência a luta do homem vencido pela tentação.

O problema é que o argumento que minimiza a intolerância religiosa não se sustenta pela seguinte razão: a alegoria do “Santo Antão” exibe um homem careca, usando uma vestimenta longa e uma estola sacerdotal, uma figura bem diferente encenada pelo passista que enfrenta as hostes espirituais ostentando uma longa cabeleira, carregando uma coroa de espinhos na cabeça e vestindo um pedaço de pano amarrado ao quadril.

Tal questão foi esclarecida pelo próprio coreógrafo da escola, Edgar Junior, que afirmou logo após o desfile numa entrevista a Globo, que realmente a figura era de Jesus e que planejou esse embate, com a derrota do Cristo, para mexer com a fé cristã. “O foco era esse mesmo, era chocar. Essa comissão de frente foi incrível.... e alcançou nosso objetivo, que era mexer com essa polêmica entre Jesus e o diabo, com a fé de cada um”, declarou o coreógrafo.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: afrontar publicamente a fé alheia não se trata de intolerância religiosa? O samba enredo faz clara alusão aos cultos não cristãos. Uma das estrofes diz: “acende a chama no terreiro de iá iá. É a força da magia que me arrepia... saravá, saravá”. A mensagem subliminar evidencia que invocar e servir espíritos são algo superior ao Evangelho de Cristo? Que os demônios prevalecem contra Deus e seus anjos?

Convém salientar, para os falto de entendimento, que a liberdade de fé, de crença e também de expressão são direitos constitucionais. E, portanto, não é esta a questão discutida nesta postagem. Discute-se a falta de respeito, a intolerância, o silêncio das autoridades e o conformismo dos líderes religiosos. Onde estão os progressistas e pós-positivistas do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional? O respeito cabe apenas para um dos lados?

 “não sejamos vencidos por Satanás; porque não ignoramos os seus ardís” (2Co 2.10-11).

Pense Nisso!
Douglas Roberto de Almeida Baptista

Fonte: www.cpadnews

sexta-feira, 1 de março de 2019

Pastores e lideranças jovens participam da abertura da Semana Maranhense de Retiros

Pastores e coordenadores de retiros deram nesta quinta-feira (28) a largada na Semana Maranhense de Retiros Culturais durante solenidade no Palácio dos Leões.
A abertura do evento foi realizada pelo vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão e contou também com a presença do secretário de Cultura, Diego Galdino e da autora da Lei 8.904/08, senadora Eliziane Gama.
Carlos Brandão reafirmou o apoio do Governo do Maranhão com às manifestações artísticas realizadas pela igreja evangélica. Ele também parabenizou a iniciativa legislativa de Eliziane Gama, ao apresentar a Lei que reconhece a arte evangélica como cultura.
“O Governo do Estado não mede esforços de apoio esse tipo de evento do segmento

sábado, 23 de fevereiro de 2019

A IGREJA PERSEGUIDA

Cristãos ao redor do mundo têm negados seus direitos quanto à liberdade religiosa, tornando-se vulneráveis a hostilidades em diferentes esferas da vida: na individualidade, na família, na comunidade, na nação e na igreja.
Mais de 245 milhões de cristãos no mundo enfrentam algum tipo de oposição como resultado de sua identificação com Jesus Cristo
Esse é o número estimado pelo centro de pesquisas da Portas Abertas, calculado por meio de um questionário aplicado a cristãos locais, e que classifica os 50 países onde a perseguição é mais severa.
A perseguição religiosa ocorre quando:
  • não têm seus direitos de liberdade religiosa garantidos;
  • a conversão ao cristianismo é proibida por conta de ameaças vindas do governo ou de grupos extremistas;
  • são forçados a deixar suas casas ou empregos por medo da violência que pode alcançá-los;
  • são agredidos fisicamente ou até mesmo mortos por causa de sua fé;
  • são presos, interrogados e, por diversas vezes, torturados por se recusarem a negar a Jesus.
O número de cristãos perseguidos inclui aqueles que são confrontados com outras formas de hostilidade do que apenas a violência isolada. Também, em alguns países, a perseguição afeta todos os cristãos, qualquer que seja sua denominação. Em

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Bancada evangélica reage à possibilidade de criminalização da homofobia

Em reunião com o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), na tarde de terça-feira (12), parlamentares da bancada evangélica da Câmara dos Deputados pressionaram sobre o julgamento da criminalização da homofobia.
A pauta de costumes, prevista para ir a julgamento no STF a partir desta quarta-feira (13), provocou reação dos deputados, que são contrários à “especificação de crimes” quando se tratar de pessoas homossexuais.
Na mesma linha, para a Procuradoria Geral da República (PGR) não há respaldo na Constituição para criminalizar a homofobia. Atualmente, não existe na legislação brasileira crime de homofobia.
Os contrários a esta especificação na lei também dizem não haver dado técnico para embasar as alegações dos que são favoráveis à criminalização da homofobia.
Segundo o Estadão, apesar da reunião, Toffoli manteve as ações na pauta, mas auxiliares

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Vem ai! II ENCANTAD, Encontro de Cantores com premiações: 1º Lugar R$ 1.000,00 Realização Assembleia de Deus em Pres. Médici

II ENCANTAD, Encontro de Cantores com premiações:  Projeto sob a coordenação do Pastor Isaías Vieira, realização Assembleia de Deus em  Presidente Médici - MA.
Tem como objetivo: Envolver os cantores das Igrejas para juntos Louvar, Bendizer e Engrandecer o Nome do Senhor nosso Deus.  Impactar Presidente Médici. Valorizar os cantores da terra e da região, de todas denominações até mesmo não evangélicos, desde que se inscrevam e cante hinos evangélicos. O Projeto está sendo bem aceito, ore por este projeto divulgue e participe, será realizado no dia 09 de fevereiro do corrente ano na quadra poliesportiva em frente ao  Filozão, aqui em Presidente Médici. Entrada: apenas 1 Kg de Alimento não perecível.
Os cantores interessados em disputar os prêmios:
1º Lugar R$ 1.000,00 
2º Lugar R$ 300,00
3º Lugar R$ 200,00
devem fazer suas inscrições no valor de R$ 50,00  com: Josadak, WhatsApp (98) 98773-6063 ou Enus, WhatApp (98) 984530315.
n    Neste evento, a Cidade de Presidente Médici, estará recebendo várias caravanas da região, os cantores com suas torcidas, e você mediciense é nosso convidado especial a participar conosco.  Na oportunidade estaremos com uma LANCHONETE com um cardápio variado, saboroso e um preço especial para você. Lembrando que na Lanchonete estaremos recebendo Cartões DÉBITO  e CRÉDITO. 
      
     Acompanhe a Fan Page no facebook da Assembleia de Deus.

   Para que o ENCANTAD seja realizado com êxito necessitamos do apoio das congregações da região e a participação da população em geral, será preciso também de pessoas com a disposição e bom ânimo para ajudar financeiramente E voluntariamente para com o evento.
    ENTRE EM CONTATO COM NOSSOS ORGANIZADORES
   O grupo de organização ENCANTAD Aguarda seu contato para obter informações sobre o evento, bem como contribuir em prol deste grande  projeto que acontecerá em Presidente Médici - MA.
WhatsApp (98) 98453-0315 falar com ir. Eudis
WhatsApp (98) 98480-5032  falar com ir. José de Melo
Não esqueça de comprar cupom por apenas R$ 5,00 e participe do sorteio de um violão e outros prêmios. 

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Benção de Deus o Culto de Missões da Assembleia de Deus em Presidente Médici

Oração pelos mantenedores financeiro de missões
Assembleia de Deus em Presidente Médici-MA, pastoreada pelo pastor Presidente Isaías Vieira, realizou neste último domingo 27 de janeiro de 2019, o culto mensal de missão benção de Deus para este município.  Na ocasião o templo ficou cheio de pessoas, estavam juntas para honrar ao senhor e ser tocados com a visão missionária.  Ainda no inicio do culto o Pastor Isaías, convidou a igreja a fazer um clamor, pelos pedidos de oração, por libertação, cura, salvação de almas, abençoando a cidade e pedindo a Deus o despertamento no coração dos discípulos  o desejo por missões. Também fez ensinamento  para igreja sobre o contribuir na obra de Deus, chamou a frente os contribuintes financeiros e fez o convite a novos mantenedores financeiro da obra missionária e fez uma oração abençoando a todos. Prosseguindo foram entoados louvores com os vocais: Jaspe Luzente, Canto Angelical, Shalon, Aba Pai e Banda de Percussão Peniel, e pregação da palavra de Deus por dois auxiliares que a frente e liberam palavras inspiradas pelo Espírito Santo para avivamento de chamados e amor por missões. 

Por que eu devo fazer missões?

Porque é um mandamento que o Senhor deixou para sua igreja (Mt 28.19, 20; Mc 16.15-18)
O Senhor ordenou pregar o Evangelho, pois Ele quer que a sua mensagem atinja a toda a criatura (Mc 16.15), a todas as nações (Mt 28.19), a todo o mundo (Mc 16.15), a todas as aldeias (Mt9.35), a todo o lugar (At 17.30).

A igreja é enviada ao mundo por Jesus assim como Jesus foi enviado ao mundo pelo Pai. É o que se entende por “apostolado da igreja”. Jesus disse na Sua oração sacerdotal: “Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo” (João 17:18).
Jesus nos designou para obedecer aos seus mandamentos, e os mandamentos de Jesus não são sem propósito nem arbitrários. Eles têm uma razão, uma finalidade. E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.  Marcos 16:15


Clique (AQUI) e acompanhe tudo sobre a Assembleia de Deus em Presidente Médici na  nossa (Fan Page). 

Adicionar legenda

Templo Lotado

Fábio Araújo
Vocal Canto Angelical
Vocal Aba Pai

Banda  de percussão Peniel