quarta-feira, 2 de outubro de 2013

DESAFIOS MISSIONÁRIOS DO MISSIONÁRIO MAIOR, JESUS



“EIS QUE O SEMEADOR SAIU A SEMEAR...” MATEUS 13. 3

Pr. José Britto Barros

Nunca houve nem haverá jamais nenhum programa missionário maior do que o programa apresentado por Jesus naquilo que o Cristianismo tem chamado A GRANDE COMISSÃO. Nem Congressos de Evangelismo, nem Igrejas Missionárias, nem Convenções, Associações, nem Cartas declaratórias, nem Manifesto deste ou daquele grupo, nenhuma Instituição, Missão, Junta Missionária, nenhum Secretário, Coordenador, Pastor, nenhum Presidente de Convenção, nenhum Apóstolo (dos que agora assim se apresentam descaradamente sem nenhuma característica dos que realmente o foram...) nenhum Bispo ou Episcopisa ( este é o feminino de Bispo, a palavra Bispa não existe em nosso dicionário), nenhum enfatuado Pastor Presidente, nenhum Papa, ou  Arcebispo Metropolitano de Igreja esta ou aquela, enfim nunca algum ser humano ou alguma instituição, por mais gabaritada que se julgue e assim se apresente, NUNCA UM ALGUÉM OU ALGUMA INSTITUIÇÃO APRESENTARÁ PROGRAMA MISSIONÁRIO MAIOR QUE O PROGRAMA QUE JESUS APRESENTOU AOS SEUS SEGUIDORES. Muita coisa tem sido dita e muito papel tem sido gasto em propaganda missionária, mas de fato e em verdade o que Jesus já deixou não foi nem será jamais superado. O problema é que nós que nos apresentamos como seus seguidores não pomos em prática seus ensinos, e ainda queremos que Ele abençoe aquilo que NÓS resolvemos fazer como queremos...

Consideremos o que chamamos a GRANDE COMISSÃO em cinco pontos norteadores:

1º - O PODER QUE DEVE MOVÊ-LA. Não, não, não é o equipamento eletrônico moderno dos data shows, nem da internet, nem dos recursos audiovisuais que tantos alegam dispor. Não, é o PODER que Jesus mostrou nestas declarações: É-ME DADO TODO O PODER,  portanto ide... (Mat. 28) e RECEBEREIS PODER AO DESCER SOBRE VÓS O ESPÍRITO SANTO E SER-ME-EIS TESTEMUNHAS...(Atos 1) Sem esse PODER não há programa missionário que funcione... Acrescente esta declaração do Missionário Maior: SEM MIM NADA. E quando alguém tenta fazer Missões sem Ele sabe que é NADA MESMO... Preparo espiritual com total dependência divina é indispensável à pratica de Missões. Se ignorarmos esta ênfase do Cristo teremos muito trabalho e muita falação sem resultados.

 - OS AGENTES QUE VÃO REALIZAR A OBRA. Jesus dirigiu suas palavras aos discipulos. Não pode ser diferente. Temos que ter OBREIROS  dispostos a sair, ir. Planejadores os temos muitos, e com grandes salários e recursos e benesses... Mas veja como Jesus chamou os seus OBREIROS MISSIONÁRIOS: Pescadores, Semeadores, pessoas que funcionam; e nas parábolas do Reino além do Semeador que saiu (não ficou em seu gabinete estufado, de ar condicionado, saiu... ), Pescadores não são como a ex Ministra da Pesca Fulana de tal que estava no Palácio em Brasilia sem nada saber da pesca ( E ME PERMITO NÃO SUJAR A BOCA EM CITAR SEU NOME DE INEPTA PARA TAL ENCARGO...) Pescadores de homens são os que saem ao mar para lançar redes e jogá-las e puxá-las com braços musculosos pelo trabalho que executam, em última palavra: SÃO PESSOAS QUE FUNCIONAM. Não podemos fazer Missões apenas orando nos Templos. Temos que ser os que procuram ovelhas desgarradas. Temos que sair, temos que funcionar. A mulher que faz bolo da parábola do Fermento e o introduz NA MASSA (3 MEDIDAS , PELO MENOS 3 LITROS DE TRIGO, HAJA BOLO... HAJA TRABALHO, SEM BATEDEIRA ELÉTRICA...) Os agentes de Missões são aqueles que “levam a preciosa semente andando e chorando” ( com o seu coração envolvido na obra).  Saem,  semeiam,  pescam, amassam farinha. Os verbos usados por Jesus são muito fortes, e você sabe que  verbos indicam AÇÕES  e não as meras palavras de planejadores que não fazem nada.

 - OS CAMPOS MISSIONÁRIOS - Nós temos limites, mas os desafios missionários do Missionário Maior são gigantescos: O CAMPO É O MUNDO (Mat.13) TODAS AS NAÇÕES (Mat.28) – PREGAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA (Mc.16) – TESTEMUNHAS EM JERUSALÉM, TODA A JUDÉIA E SAMARIA, ATÉ OS CONFINS DA TERRA. (Atos 1. 8)  Não há limites divinos para a Obra Missionária. Jerusalém é o local onde estamos, o nosso mundo, a nossa casa. Crianças filhas de crentes abandonadas espiritualmente pelos pais e familiares; papai, mamãe, VÓS da membrezia da Igreja, quando chegardes ao céu, se lhes for perguntado pelos vossos filhos, que respondereis? Estais ensinando a eles as verdades divinas no caminho certo? Estais inculcando-lhes a Palavra conforme Deuteronômio 6 que diz: “deitando-te e levantando-te, sentado em tua casa e andando pelo caminho”, isto é, diariamente, junto a eles, e não terceirizando-os até no ensino espiritual? Triste, muito triste famílias inteiras de membros de Igreja que nada dizem ou fazem para ganhar seus familiares para Jesus, deixam de ser missionários em sua Jerusalém, e essa foi ordem de Jesus. E os vizinhos, e as lavadeiras e as faxineiras, e os entregadores de mercadorias, e os carteiros, todos seres humanos que nunca ouvem de nós uma palavra de pregação?  Nós somos talvez as únicas pessoas com as quais eles lidam que poderiam falar-lhes de Jesus. Nossa Jerusalém está abandonada. Samaria é o local dos que NÓS MARGINALIZAMOS e os consideramos sem jeito, perdidos, incapazes de crer e ser salvos; este grupo vai de artistas a esmoleres ou loucos de rua, meninos e meninas das paradas em sinais, famintos no corpo e na alma. Dá para lembrar o apelo de Jeremias: “Ó VOS QUE PASSAIS PELOS CAMINHOS, EXPERIMENTAI E VEDE SE HÁ DOR COMO A MINHA DOR...” (Lamentações de Jeremias 1. 12).  Nada lhes dizemos, temos medo deles, se falam conosco saimos fugindo... Missões sem Samaria... Judeia, o estado, o nosso Campo Estadual onde Obreiros estão lutando sem recursos, em casas pequenas, com salário mínimo, em Templos estreitos e nós esbanjando bancos estofados e  Pastores recebendo 10, 15 (ou mais) salários mínimos... E os confins da terra? Ah! A África distante debaixo da maldição da Aids, com Líderes sustentando as duas ou três ou cinco esposas com as quais casaram antes de se converter e agora por misericórdia têm que sustentá-las, pois já não têm como arranjar outros maridos que as sustentem segundo a cultura onde vivem... Missões, um CAMPO INFINITO DE CARÊNCIAS E NÓS, CRENTES A ESNOBAR, EM BRIGAS DIVERSAS, DISCUSSÃO DE DOUTRINAS e APRENDENDO Cursos de Evangelismo PARA NÃO PRATICARMOS - e nada de operosidade na pregação individual (“A TODA CRIATURA” ), o melhor e mais eficiente  método de evangelização que existe, e o menos praticado por líderes e liderados... QUANDO SAIREMOS TAL COMO O SEMEADOR  DA PARÁBOLA DE JESUS QUE “SAIU A SEMEAR?”  A resposta é totalmente pessoal, E TEMOS QUE APRESENTÁ-LA   D I A R I A M E N T E...

 - OS RECURSOS FINANCEIROS DA GRANDE COMISSÃO. Nas entrelinhas das parábolas do Cristo estão implícitos os muitos recursos necessários à Obra Missionária. O Semeador levava sementes, que custaram algo, e por trabalhar sem parar tinha que ter alimento, roupa, calçado. Os Pescadores precisam de equipamento e sustento devidos a trabalhadores. A mulher da fábrica de bolos tinha que comprar trigo e gordura, e lenha para o forno, e o fermento, e os ovos... tudo isso envolve dinheiro.  Campos brancos para a ceifa indicam trabalhadores e assalariados e armazéns para guardar, e recursos contra pragas. O negociante de Pérolas precisava de dinheiro para comprá-las... Como pode a obra missionária ser realizada sem recursos? O Alvo de Missões Nacionais para este ano é 15 milhões de reais. Divida isso pelos 656 missionários da Junta e veja quanto dará para cada um por ano. Apenas 22.665,00. Agora divida isso por 12 meses, e veja que cada missionário terá por mês apenas 1.905,00. Agora divida por 30 para ver quanto cada missionário terá por dia , se o alvo for alcançado... apenas 63,51 por dia é o que vai sobrar para cada Obreiro da Junta de M. Nacionais. Faça outro cálculo: Se você der 100,00 como oferta divida por 12, e verá sua contribuição para Junta durante cada mês – 8,33. Esse valor dado para um mês dividido por 30 dirá que você dando 100,00 de oferta por dia estará dando apenas  (Pasme!) 0,27. APENAS A MÍSERA OFERTA de 27 CENTAVOS POR DIA, DANDO 100,00 DE OFERTA. Para você dar 0,50 centavos por dia precisará entregar 180,00 – CENTO E OITENTA REAIS. Com esses cálculos veja como vai ajudar na Obra Missionária da Junta de M. Nacionais. Se este ano você der menos que deu  no ano passado significa que VOCÊ ACHA QUE A JUNTA DEVE DIMINUIR O TRABALHO QUE FEZ. Se der a mesma coisa quer que a Junta continue fazendo o que está fazendo. SE DER MAIS, O DOBRO, OU O TRIPLO, OU O QUÁDRUPLO, AÍ SIGNIFICA QUE VOCÊ QUER MAIS TRABALHO DA Junta na proporção do seu aumento. Esta é a realidade da nossa ofertação. (Compare o que vai dar com o preço da caixa de sabonete Phebo que você dá de presente a um aniversariante como dever social, ou então faça comparação com os preços dos brinquedos que você dá para suas crianças, ou com aquilo que você pisa: sapatos, sandálias, botas... Como é inexpressivo o nosso ofertar para o Reino de Deus ser expandido!  Deus tenha misericórdia da nossa participação no seu trabalho!

 - POR FIM VEJAMOS OS RESULTADOS DA PRÁTICA DE MISSÕES SEGUNDO JESUS NOS ORDENOU REALIZAR.  Todos que trabalham querem saber os resultados dos seus esforços. Os que oram por Missões querem saber  quais os frutos das suas orações e assim também os que contribuem para essa causa querem saber os resultados. A Palavra garante que os resultados virão. Talvez nós não os vejamos, mas outros o verão.”CEIFARÃO COM ALEGRIA, VOLTARÃO SEM DÚVIDA TRAZENDO CONSIGO OS SEUS MOLHOS” “A PALAVRA QUE SAIR DA MINHA BOCA NÃO VOLTARÁ VAZIA, ANTES PROSPERARÁ NAQUILO PARA QUE A ENVIEI”.  Para mim basta. Não estou envolvido em Missões inutilmente. Se oro, se contribuo, se vou, se dou ofertas, se de fato intercedo, se saio como Semeador, ou Pescador ou trabalho como a mulher boleira, se pastoreio como Jesus ordenou os resultados vão acontecer maravilhosamente. Mas no caso das Juntas missionárias, se fizermos uma viagem aos campos missionários teremos o prazer de comprovar ao vivo os resultados positivos no Lar de Crianças abandonadas em Barreiras-BA ou em Palmas, Igrejas dos sertões nordestinos, homens e mulheres ganhos para Jesus pelos Obreiros que saem aos “campos brancos para a ceifa”. Vá, viaje, vá ver um pouco que seja dos milagres que Deus opera através dos Obreiros que tudo dão de si, inclusive a sua VIDA para que outros sejam alcançados com a divina Mensagem. Dos meus 59 anos de Ministério passei a maior parte pregando aos sertanejos, e ainda hoje, nos meus 83 anos estou indo aos campos da seara brancos para a ceifa, pregando a crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos e todos respondem com o coração aberto à divina mensagem. E ainda que eu não veja resultados HOJE, alegro-me em saber que a Palavra fará o que apraz ao Senhor e prosperará naquilo para que Ele a enviou. Cantei dezenas de vezes “Minha Pátria para Cristo”, “Eis os milhões”, “AH! Se eu tivesse mil vozes...” E no túmulo de missionários como Noemi Campelo, Miss Mary Ruth, Valdice Queiroz, Beatriz Colares, Eurico Nelson, ( visitei os lugares onde estão sepultados estes heróis da obra missionária brasileira) e ali DERRAMEI LÁGRIMAS DE MUITA EMOÇÃO E SOLTEI MUITOS SUSPIROS DE SAUDADES DAQUELES QUE CONHECI, E ALI RENOVEI MEUS VOTOS DE CONSAGRAÇÃO À CAUSA DE JESUS ENQUANTO A VIDA ME DURAR NA TERRA, PARA ENFIM OUVIR DO MEU SENHOR:  ESTE FEZ O QUE PODIA”,   e isso me será bastante, pois estou envolvido nesta causa para agradar “ÀQUELE QUE ME TEVE POR FIEL PONDO-ME NO MINISTÉRIO.          
       
José Britto Barros, Pastor, aposentado, membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, Conferencista e Diretor da CRUZADA EVANGELÍSTICA ALGO MARAVILHOSO. J. Pessoa, 12 /  09 / 2013     e mail  prj33arros@ig.com.br


Observação: Sermão Pregado na Igreja Batista Sião, em Salvador , domingo 8 de setembro de 2013, Culto da manhã no lançamento da Campanha de Missões Nacionais com a Igreja tendo um alvo de 25.000,00 de oferta. Atendendo o pedido de muitos o sermão foi escrito para ser enviado à Junta de Missões Nacionais para arquivo ou outro uso que lhe for aprazível.

Postar um comentário

vídeos gospel de Pres. Médici-MA

Loading...